domingo, 1 de maio de 2011

BALANÇO FASHION...

De 12 a 16 de abril, Fortaleza mostrou que já está consolidada no circuito nacional de moda. O evento denominado DRAGÃO FASHION BRASIL, a cada edição se consagra cada vez mais e garante seu lugar no ranking das melhores semanas de moda brasileira.
Grandes nomes da moda subiram a passarela do evento e fizeram seu show, mostrando suas coleções e registrando sua passagem pela história do evento.
Fizemos um balanço total do e trouxemos o melhor da passarela do Dragão Fashion para vocês. Preparados? Vem com a gente.
Para começar vamos falar das rendas que aparece em destaque nas coleções de Walério Araújo e Vitorino Campos. Os estilistas apostam na naturalidade usando as rendas em transparência levando as modelos com os seios à mostra. Já pensou se essa moda pega?

O Freeform  ganha espaço nas coleções da Tchibi, Helen Rodel e na moda praia do Mar Del Castro, com objetivo de mesclar elementos considerados do passado (como o tricô, crochê e bordados manuais) em uma peça livre de um formato pré-estabelecido, porém moderna.
Os longos em diferentes estilos para todas as ocasiões. De algodão, seda, crochê... Tomara que caia, ombro a ombro, regata, frente única, um ombro só.

Sob o comando de Lindebergue Fernandes a Conexão Solidária, projeto que utiliza a moda para gerar dignidade, elevar a autoestima das mãos que sustentam a tradição do artesanato do Nordeste e manter o intercâmbio entre as técnicas seculares e os desejos atuais da moda, apresenta um desfile de encher os olhos. Uma estação “fadada” ao velho preto é surpreendida por uma explosão de cores e encantam os fashionistas. Nós amamos!

E o xadrez no guarda roupa masculino heim? Precisamos dizer que é a mais forte tendência da estação? Ele está por toda parte, nas camisas, bermudas, calças e acessórios como cachecóis.

Para finalizar nosso balanço geral, um desfile que nós amamos de paixão, Didara por Goya Lopes. Uma coleção pra lá de alegre, tecidos leves, vestidos esvoaçantes, caftans deslumbrantes e estampas com referências no pano da costa, trazidos pelos africanos, à coleção Didara trabalha a estampa e o ato de vestir numa transmutação expressiva corporal. Através do corpo a estampa e a roupa se fazem, trazendo os costumes encontrados nos rituais africanos, dispensando o enquadramento.

Espero que vocês tenham curtido nosso balanço do DRAGÃO FASHION BRASIL... Começamos bem o mês de MAIO... Fiquem ligadinhos no nosso blog.





Fotos divulgação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário