segunda-feira, 18 de abril de 2011

Vitorino Campos #DFB2011

Com sua coleção para 2012, Vitorino Campos dá continuidade à proposta de simplificar formas e eliminar costuras. Trazendo peças com linhas retas e sem exageros, ele investe na naturalidade também na escolha dos tecidos: a seda em suas diferentes bases (palha, cetim e organza), as rendas e a camurça de antílope – que favorece o toque e o contato com a pele, carregando consigo a ideia de emoção e sentimento que permeia toda a coleção. Blusas levemente soltas, saias e vestidos ajustados, de comprimento acima do 
joelho, compoem O Resumo. Tudo muito leve e fresco, conceitos fortemente trabalhados pela marca.











Na cartela de cores, a proposta também é descomplicar: os tons são neutros e passeiam pelo cinza e o preto. Tudo isso para mostrar que, talvez um pouco angustiada, a mulher desta coleção não está mais perdida como a personagem da anterior: tem certeza do que sente. Busca a emoção, sofre com as dicotomias, mas é dona de uma vontade tão forte a ponto de misturar óleo e água.

Além disso, como conta Vitorino, O Resumo fala “de como as pessoas têm que estar atentas ao que acontece ao seu redor, preparadas para reconhecer o acaso”. É preciso estar de olhos bem abertos, mas, ao mesmo tempo, proteger o olhar, que revela segredos. Não à toa, o estilista criou sua primeira coleção de óculos, que, em compasso com o conceito da estação, ajuda as mulheres não só a enxergarem melhor o que está no entorno, mas a esconder o que sentem quando for preciso.




















Ficha técnica do desfile:

Estilista: Vitorino Campos
Direção: NT Management
Direção Executiva: Natália Troccoli
Assistente de Direção Executiva: Vinicius
Styling: Rodolfo Ruben
Assistente de Styling: Gabriel Sorrribas
Beleza: Walmes Rangel
Trilha: Ariel Freitas
Sapatos: Jorge Bischoff para Vitorino Campos
Acessórios: Vitorino Campos


Fontes DFB

Fotos divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário